Ruas de Fogo

("Streets of Fire", 1984, Dir.: Walter Hill)



Leia o texto completo e atualizado aqui.


Walter Hill e equipe

23 comentários:

Daniel G. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
enny disse...

Nossa! Até que fim encontrei pessoas que também adoram este filme.Também me encantei por Ruas de fogo.Realmente é fascinante!Ja assisti Varias e várias vezes e não me canso,sempre que bate uma saudade revejo! Quanto a trilha sonora? Sem comentári! É ótima!! Se alguém ja conseguiu as musicas tocada,plisses sou louca para tê-las!

qq coisa entrem em contato, ok? E-mail: ennyrodrigues-@hotmail.com

Orkut:http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl=mp&uid=1954841629406357364.

Enfim se tiverem boas recomentações será com muito prazer

=]

Bjão

Elaine Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elaine Maria disse...

E eu que achava que mais ninguém no mundo se amarrava nesse filme. Eu era pequena quando vi, talvez uns 11 ou 12 anos...o suficiente pra nunca mais esquecer.
"I can dream about you, if I can hold you tonight..."

Gueixa disse...

Eu aqui, pra dizer que tem selo para esse seu blog também.
bj

Expedito Paz disse...

Minha esposa é completamente alucinada por esse filme (e pelo Warriors também). Quando saiu o dvd dele, paguei uma pequena fortuna na época e dei de presente. E depois comprei o dvd de novo, porque alguma coisa aconteceu e ela conseguiu perder o disco (!), ficando só a capa... ela tb tem o cd, sabe as músicas e vários diálogos do filme de cor.

Eu vi uma vez na Sessão da Tarde, mas passei despercebido. Mas reconheço o valor do filme. E concordo que a Diane Lane tá espetacular nele, especialmente no palco.

narciso disse...

Ai parceiro, tenho 38 anos e assisti Ruas de Fogo no cinema na cidade de Teresópolis, ainda era garoto, foi em 1984 ou 1985 eu acho, curti bastante e virei super fan do Walter Hill, parabéns pelos seus comentarios, grande abraço. Junior

Fernando disse...

Eu só descobri que "Ruas de Fogo" e "Warriors" possuem fãs graças a algo chamado internet.

Em tempo: A música Nowhere Fast era trilha sonora também do Programa Livre, uma atração teen do SBT apresentada pelo Serginho Groismann.
Nunca me esqueço dele dizendo "Programa Livre volta Já" e Nowhere Fast tocando os seus acordes iniciais.

Johnny Pinto disse...

Parabéns Renato, ótimo post de um marco no cinema da época.
Embora muitas pessoas não admitam que este filme tenha marcado um geração, creio que todas as músicas nele tocadas até hoje animam festas, sei disso pq sou músico. Todos os clichês usados foram exaustivamente (re)usados em outros filmes, os atores conseguiram extrair leite de pedra no meu ver, fizeram simples papéis parecerem marcos, e uma ótima sacada do diretor unir tudo o que ele mais gostava para fazer uma trama(claro nem tão bem bolada, mas legal).
Mas como nem sempre a vida é justa esse filme ficou para o lado B do cinema, mas, com um porém, todos mundo canta, ouve, se emociona vendo ele, só não tem coragem de admitir.

Julio de Morais disse...

Olá amigo e bom encontrar pessoas assim já a muito achava que poucos lembravam se deste filme, quando assisti pela primeira vez, não me lembro como o que mais me chamou atenção não foi só o filme ou trilha sonora, foi que era o primeiro filme que via que o mocinho não ficava com a mocinha, ate hoje se me esforçar acho que não consigo encontrar um filme com um final assim, geralmente torcemos para que no fim sempre aja um final feliz mais nem sempre isso e o melhor para o filme, com uma trilha sonora de arrasar e com a inesquecível I can dream about you ate hoje e lembrada, um dos poucos filmes de minha infância que ate hoje lembro e faço questão de ver e rever sempre que possível.

tatiane disse...

eu amo esse filme e ate hj a trilha sonora e,gosto de ouvir TRILHA SOnora JA Q O FILME É COMPLICADO DE ENCONTRar mas bha é muit bom.Tatysouza

Cido disse...

Curioso encontrar esse post! Eu também assisti esse filme na minha juventude e gostei tanto que nunca mais esqueci! Parabéns!

Vinicius Claudio disse...

O filme é muito legal...mas a trilha sonora é ESPETACULAR...vi esse filme num Corujão por volta das 03 da matina a uns dez anos e comprei o dvd no outro dia...de fato, "uma fábula de rock'n roll".
Parabéns pela análise.

Cidadão Sanjoanense disse...

Brother, compartilho com você tudo que disse.
Tem filmes que são mais que uma simples história clichê hollywodiana.
Existem sim clichês de western nesse filme, mas são esses clichês que emocionam e que até te mostram coisas de sua própria vida, até porque certas coisas são muito parecidas.
Muito obrigado por me fazer saber que não sou o único que ama filmes como esse ou "The Warriors" (pra quem não sabe existe o jogo para playstation 2, e ó lógico que comprei).
Espetacular seus comentários.
Esse filme é de macho mesmo, comprovadissimo depois do soco que ele dá na cara da mocinha para ela não segui-lo.
Esse filme também foi inspiração para jogos como Double Dragon.
Pena que não houve a sequencia...
Quem sabe agora nessa moda de "remakes" eles não se empolgam?

Sarah disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sarah disse...

Olá Renato, que ótimo comentário sobre o filme, um filme espetacular não é mesmo? Bom.. pena que eu não pude vê-lo na década de 80. Só conheci o filme esse ano através de um trabalho de escola, espetacular por sinal né? eu mesma estava procurando aqui no Google coisas para o meu trabalho sobre o filme, e no meu trabalho por incrível que pareça tem um Portifólio que precisa de um comentário de alguém que viu o filme. No caso um artista, mais depois que eu li eu pensei pronto já achei tudo que eu precisava.. com relatório, com tudo que você falou foi o suficiente pra eu ver que você é o artista que eu estava procurando, depois que eu li o seu post eu to ate mais animada com o meu trabalho, com mais ideias , porque no trabalho precisa criar um clipe do filme, uma dança, divulgar o filme como marketing e fazer um Portifólio, e eu estou interpretando a Ellen Aim então pra mim, foi de mais fazer esse papel apesar de ser bem difícil... Parabéns pelo blog eu adorei e foi super útil pra mim, o filme mesmo vou levar pra sempre comigo..e suas palavras colocadas aqui vão ser bem usadas eu meu trabalho com seu nome estampado.

Amo a frança desde criança, agora sei porque. disse...

eu devia ter uns 21 anos quando eu vi o filme a primeira vez, mas bem antes disso em 84 ou 85 ja tocava dan hartman nas danceterias. uma época de roupas e cabelos estravagantes,tudo muito colorido, esse filme sem dúvida é a cara dos anos 80 a melhor época da minha vida, beijo grande e parabéns pelo blog.

Maria Clara Clarinha disse...

Me nome é Clara, tenho 21 anos e conheci esse filme a uns 2 anos no TCM, acho ele totalmente anos 80 e me identifiquei com tudo que vc falou; principalmente com o fato de parecer que só a gente no mundo todo curte ele.
Adorei seu texto.

Mestre Cícero Salomé disse...

Este filme é simplesmente tudo de bom. Reflete nossos sentimentos da época dos anos 80. Paixão, romance, ação e rock é claro!! Adoro!! Fico arrepiada toda vez que ouça as músicas da trilha sonora do filme. Só que tem um detalhe... Sou novata nesse "negócio" de Internet, e ainda não consegui encontrar nenhum site para baixar o filme e não tenho ideia de onde possa baixar ou mesmo comprá-lo. Me ajudem por favor!"

Elane Martins disse...

Esse foi, é e será o meu filme...eu me apaixonei pelo mocinho e queria ser a Ellen, soube q a Diane Lane nesse filme foi rotulada como a pior atriz coadjuvante e fiquei mto chateada pq achei q ela foi super! Parecia q ela realmente cantava aquelas musicas maravilhosas, numa interpretação super sensual...e o ogro q a sequestra, nossaaa realmente eu fiquei aaaarg por ele mto tempo haha...amo amo demais filme maravilhoso, uma pena não estourar. ..aff

Mateus beraquet disse...

Muito bacana poder agora compartilhar comentários de um filme que vivemos na adolescência ( acredito que a maioria está na faixa média dos 40 ). Sinceramente´, este filme com a trilha sonora que possui já deveria estar estourando na
Broadway há muito tempo. É um desperdício como muitos já falaram esse filme ter caído no esquecimento. Adoraria ter influência no meio artístico para colocar o "Streets of Fire" na Broadway. PS. Escrevo ouvindo de fundo a música "Tonight is what means to be young", simplesmente inesquecível, atemporal...

sarah cau disse...

alguém sabe algum link q tenha o filme completo?? adoro esse filme mas ñ encontro p assisti-lo

maria disse...

O texto não contém spoiler, é a narração do filme. Tá loco véi. Kk